Samarco / Vale: Prefeito de Mariana desabafa e parte para o enfrentamento

Cansado de esperar por providência e pela retomada da atividade econômica prometida pela Samarco e já liberada pela justiça e pelos órgãos de regulação, o prefeito de Mariana , Duarte Jr., partiu para o enfrentamento. Ele denuncia o descaso governamental e a indiferença dos empresários responsáveis pela mineradora. Situação de Mariana desde o desastre é crítica.A seguir, trechos das declarações de Duarte Jr.:


“A Samarco não retornou ainda porque não existe interesse da Vale e BHP de retomar o trabalho com ela. Vale e BHP têm todas as licenças necessárias para começar a preparar a cava. Eles têm essa licença há sete meses e até hoje não começaram a preparar a cava, porque quando estiver com a cava preparada aí você chama o Estado e o Estado fala assim: ok, a cava atende e agora vou te dar a LOP, que é a licença de operação.


O que está acontecendo é que principalmente a Vale pegou São Luis do Maranhão e investiu lá mais de R$ 100 milhões, botou a usina de lá para rodar, atendeu todo seu mercado consumidor e não está preocupado com a responsabilidade social. O presidente da Vale, quando assumiu, disse que teria responsabilidade social com a região.


Quero saber onde está essa responsabilidade social porque investe um valor alto em São Luis e esquece de Mariana, de onde tirou riqueza por 44 anos, onde gerou desemprego, onde gerou uma tragédia, o maior derramamento de lama do mundo e nesse momento está com a licença debaixo do braço esperando cada dia mais a valorização da ação para ver quando vai querer ou não voltar com a empresa Samarco.”

Fonte: Brasil247

 

Acesso Restrito

Rede NCST Sindical

ncst-rede