Lindbergh Farias destaca efeitos nocivos da reforma trabalhista

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) afirmou, em pronunciamento nesta quarta-feira (8), que a vida dos trabalhadores só piorou depois da entrada em vigor da reforma trabalhista.


Segundo ele, com a adoção do contrato de trabalho intermitente, em que o pagamento passa a ser por hora trabalhada, houve redução da massa salarial e os trabalhadores passaram a receber, mensalmente, um valor menor que o mínimo definido em lei.


- Tenho encontrado uma quantidade de gente dizendo que foi demitido e foi recontratado por um salário menor. É a terceirização. Conversava com os porteiros esses dias e há terceirização indiscriminada no caso dos porteiros - informou.


Lula

Lindbergh destacou ainda que o Partido dos Trabalhadores decidiu que vai registrar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para concorrer novamente à Presidência da República. O prazo para o registro junto à Justiça Eleitoral termina no dia 15 deste mês.


- Se vocês achavam que íamos desistir do Lula, estão enganados. Nós não vamos desistir daquele que foi o maior Presidente da nossa história. Nós vamos registrar o Lula candidato no dia 15 de agosto. E eu estou convencido de que o povo vai teimar, vai teimar com Lula, vai dizer à Globo, a Temer, a esse pessoal que não adianta, que o povo quer voltar a ter esperança, melhores empregos, melhores salários - afirmou.

Fonte: Agência Senado

 

Acesso Restrito

Rede NCST Sindical

ncst-rede