Bolsonaro confirma ameaça e exclui Folha de S.Paulo de licitação do governo

Na lista constam jornais brasileiros e estrangeiros como The New York Times e Le Monde


O jornal Folha de S.Paulo foi excluído pela Presidência da República da lista de periódicos que serão assinados pelo governo.


A Secretaria Especial de Administração da Secretaria-Geral da Presidência da República divulgou, nesta semana, edital para assinatura de 24 jornais e dez revistas de circulação nacional e alguns do exterior, mas não incluiu a Folha.


Na lista constam jornais brasileiros e estrangeiros como The New York Times e Le Monde.


A iniciativa confirma ameaças do presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista, no final de outubro, ao apresentador José Luiz Datena, do ‘Brasil Urgente’, da Band, Bolsonaro anunciou que iria cancelar todas as assinaturas da Folha de S. Paulo do governo federal. O ex-capitão ainda defendeu a candidatura de Datena para a Prefeitura de São Paulo.


Segundo Bolsonaro, todas as assinaturas da Folha foram canceladas porque o jornal apenas “envenena o governo”. Questionado pelo apresentador se isso não seria uma forma de censura, Bolsonaro negou e disse que quem quiser pode comprar o periódico nas bancas de jornal.

Fonte: RevistaForum

 

Acesso Restrito

Rede NCST Sindical

ncst-rede