Notícias NCST/PR

Manifestantes ocuparam Brasília contra Temer e reformas da Previdência e Trabalhista

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multidão e atividades ao ar livre


A manifestação “Ocupe Brasília” organizado quarta-feira (24) pelas centrais sindicais obteve o êxito planejado e fez com que 200 mil manifestantes protestassem de forma pacífica, contra as reformas da Previdência e Trabalhista. Durante todo ato, sindicalistas exigiram a retirada imediata das propostas que tramitam no Congresso Nacional, e clamaram por “Eleições Diretas Já!”.


Pelo número expressivo de participantes o Movimento Sindical saiu fortalecido e mostrou união entre os representantes da classe trabalhadora. Na avaliação dos sindicalistas, Brasília recebeu um dos maiores protestos de centrais sindicais e movimentos sociais de todo o Brasil contra o governo Temer e as reformas que retiram direitos da população em geral.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multidão e atividades ao ar livre


A Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST) participou intensamente dessa organização, desde a montagem da infraestrutura e da caminhada do estádio Mané Garrincha até a Esplanada dos Ministérios, com delegações vindas de 22 Estados e Distrito Federal que ocuparam as ruas da capital federal.


"Essa marcha mostrou a união de todos os setores da sociedade de forma pacífica e organizada, numa demonstração suprapartidária, sem cor específica ou interesses individuais, deixando claro que existe comunhão do povo brasileiro, gente corajosa e resistente que não aceita perder direitos e luta por dias melhores", afirma José Calixto Ramos, presidente da Nova Central.


Para ele, infelizmente alguns incidentes ocorreram e conflitos entre policiais e poucos manifestantes mal intencionados aconteceram, mas a maioria absoluta dos que ali estavam queriam apenas ser ouvidos. "Fomos as ruas apenas pedir que os parlamentares revejam essas reformas absurdas que estão tramitando no Congresso. Afinal, o direito ao protesto é legítimo e valorizamos isso, não queremos violência", coloca.

 

A imagem pode conter: atividades ao ar livre

A Nova Central divulgou de repúdio os atos de vandalismo durante o ato. Ao final, Calixto fez um balanço positivo da manifestação e disse que os movimentos sindicais e sociais saíram fortalecidos. "Com certeza os livros de história lembrarão nossos filhos e netos deste acontecimento. Por nenhum direito a menos". 

Album de fotografias

 

Participe!

Ofício Circular Nº. 002/2017                                                                                    Curitiba, 11 de maio de 2017.


Prezados (as) Companheiros (as),

 

Como é do conhecimento de todos, os trabalhadores e as suas entidades de representação nunca estiveram tão ameaçadas quanto neste momento. Forças contrárias aos interesses da classe trabalhadora estão tentando a todo modo suprimir os direitos trabalhistas e aniquilar o movimento sindical brasileiro.

 

A situação é extremamente crítica, praticamente uma questão de vida ou morte. Com a aprovação da reforma trabalhista, muitas entidades poderão desaparecer já no primeiro choque, e as demais paulatinamente. Somente uma mobilização ampla e irrestrita de trabalhadores, sindicatos, federações, confederações e centrais sindicais será capaz de reverter o cenário nebuloso que ora se apresenta.

 

No dia 28 de abril os trabalhadores deram uma importante demonstração de força e mobilização. Entretanto, a reação não poderia ficar restrita apenas àquelas mobilizações que pararam o Brasil.

 

Diante disso, está confirmada para o dia 24/05/2017 (quarta-feira), uma grande mobilização na cidade de Brasília com o intuito de mais uma vez demonstrar todo o descontentamento e indignação dos trabalhadores em face das constantes tentativas covardes de usurpação dos históricos direitos trabalhistas.

 

Por tanto, a NCST/PR disponibilizará transporte terrestre aos dirigentes sindicais interessados em participar deste grande ato na capital federal, sendo o número de vagas limitado a 03 (três) participantes por entidade filiada. A ficha de inscrição em anexo deverá ser encaminhada à esta Central, através do e-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , impreterivelmente até o dia 16 de maio de 2017 (terça-feira), a fim de elaborarmos a distribuição e itinerário dos ônibus para a viagem.

 

 

Sendo o que há para o momento, desde já contamos com a mobilização e participação de todos, ao tempo em que ficamos à disposição para eventuais esclarecimentos.

 

                  

Saudações Sindicais.

 

 

DENÍLSON PESTANA DA COSTA
Presidente

 

As
Entidades filiadas à NCST/PR

 

Ficha de Inscrição

 

Pestana recebe visita dos companheiros da CNTI

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

O Presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado do Paraná, Denílson Pestana da Costa, recebeu na tarde desta quinta-feira (11), a visita do companheiro Nelson Luiz Bonardi- 1º Secretário da Região Sul da CNTI, e dos companheiros Francisco Bryk (Presidente) e Lourival Aleixo da Silva (Secretário de de Finanças) do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Papel de Sengés.

Última atualização ( Qui, 28 de Setembro de 2017 10:17 )
 
Página 6 de 186

filie se

Acesso Restrito

Rede NCST Sindical

ncst-rede