Notícias NCST/PR

Nota Técnica da CONALIS sobre a Contribuição Sindical

Sem título

 

Fórum Estadual em Defesa da Liberdade Sindical

Representantes da Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado do Paraná, participaram de reunião do Fórum Estadual em Defesa da Liberdade Sindical, realizada na manhã desta quarta-feira (11) na sede do MPT em Curitiba, onde foram discutidos temas como o custeio sindical, negociações coletivas e atos antissindicais. O Fórum visa além dos temas discutidos hoje, propiciar a promoção na unidade na resistência ao desmonte dos direitos trabalhistas impostos pelo setor patronal através das “reformas” do ilegítimo governo Temer, reformas estas que vieram para implodir os diretos dos trabalhadores.

O movimento sindical tem posicionamento político de que a reforma trabalhista é fruto do nítido conluio do interesse empresarial e governamental em detrimento dos interesses dos trabalhadores do País.

O sintoma mais gritante da referida articulação da emergência exclusiva de implementação de uma reforma unicamente alicerçadas nos interesses privados, reflete-se, no processo legislativo que padeceu do necessário e prévio debate e diálogo social estruturante, inclusivo de todos os atores sociais em tamanha modificação no ordenamento juslaboral, fato esse, denunciado pelas centrais sindicais brasileiras perante a Organização Internacional do Trabalho, pelo contrário, todas as entidades representativas integrantes da sociedade civil e da arquitetura institucional trabalhista – ABRAT, ANAMATRA, ANPT, CENTRAIS SINDICAIS, SINAIT, CNBB e comunidade acadêmica e científica – marcaram posição francamente contrária ao conteúdo da reforma e ao procedimento açodado para adoção de expressiva mudança no marco regulatório nacional.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sentadas, multidão e área interna

 

Manifesto do Fórum Estadual em Defesa da Liberdade Sindical

manifesto

 
Página 8 de 196

Acesso Restrito

Rede NCST Sindical

ncst-rede