Lula e Dilma devem se encontrar com empresários paranaenses

Amanhã, às 10 horas, ele participa de comício na Boca Maldita junto com a candidata

Um encontro programado pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) com a candidata a presidente pelo PT, Dilma Rousseff, para a noite de hoje (30), ganhou mais força com a anunciada presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Vindo do Paraguai, Lula deve encontrar-se com os empresários por volta das 20 horas no Centro Integrado dos Empresários e Trabalhadores das Indústrias do Estado do Paraná (Cietep). Amanhã (31), às 10 horas, ele participa de comício na Boca Maldita, no centro de Curitiba.

A Fiep já fez um encontro semelhante com a candidata do PV, Marina Silva, e planeja outro com o pretendente do PSDB, José Serra. "Neste caso ganhou mais evidência por causa do Lula", disse o presidente da Fiep, Rodrigo Costa da Rocha Loures, pai do candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo senador Osmar Dias (PDT), deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB). Da coligação fazem parte também o PT, PC do B, PSC e PR. "Tivemos sorte pelo papel que ele (Lula) tem no País." A expectativa é que entre 300 e 400 pessoas participem do encontro.

O presidente da Fiep afirmou que, além de ouvir a candidata a presidente, os empresários pretendem apresentar propostas para uma agenda de desenvolvimento sustentável. Entre elas está o incentivo à educação. "Não apenas com recursos, mas como um desafio de gestão", acentuou Loures. A Fiep também propõe investimentos em inovação, infraestrutura e inserção internacional do Brasil. Loures pretende ainda salientar a necessidade de modernização do Estado brasileiro, com as reformas tributária e fiscal.

O encontro de Lula com os empresários não está sendo considerado como evento oficial do governo federal, tanto que o credenciamento é realizado pela própria Fiep e não pelo cerimonial da Presidência da República. Por isso, é possível que ele busque de forma mais direta o apoio empresarial para sua candidata a presidente. A região Sul e particularmente o Paraná são apontados em pesquisas como os locais onde a diferença a favor do candidato do PSDB é mais acentuada.

 

Acesso Restrito

Rede NCST Sindical

ncst-rede