Paim condena projeto de instalação de mina de carvão no Rio Grande do Sul

O senador Paulo Paim (PT-RS) condenou, nesta sexta-feira (29), em Plenário, o projeto de instalação da maior mina de carvão a céu aberto do Brasil entre os municípios gaúchos de Charqueadas e Eldorado do Sul, numa distância de 16 quilômetros de Porto Alegre. Segundo o parlamentar, a chamada Mina Guaíba deverá extrair 166 milhões de toneladas de carvão a partir de 2023, numa área de 4 mil hectares, deixando milhões de toneladas de resíduos.


De acordo com o senador, movimentos sociais, partidos políticos, ambientalistas e a população em geral estão mobilizados contra esse projeto que provocará enormes impactos sociais e ambientais, uma vez que colocará em risco uma das maiores produções de arroz orgânico da América Latina. Além disso, mais de 100 famílias do Condomínio Guaíba City terão que deixar as suas casas e haverá rebaixamento de dezenas de metros de terra e, consequentemente, contaminação do lençol freático, dos mananciais e afluentes, inclusive do Rio Guaíba. Isso — denunciou Paim — afetará toda a bacia hidrográfica responsável pelo abastecimento de água de mais de 4 milhões de pessoas, que serão afetadas pela poluição e pela contaminação.


— No lugar da produção de comida saudável — e refiro-me aqui ao arroz orgânico — teremos uma imensa mina poluidora, com pouquíssimos postos de trabalho e quase nada de pagamento de impostos — alertou.

Fonte: Agência Senado

 

Acesso Restrito

Rede NCST Sindical

ncst-rede