Maioria da população vê que fake news contra STF ameaçam democracia

RISCO INEGÁVEL

 

Para 81% dos brasileiros, as notícias fraudulentas difamando o Supremo Tribunal Federal e o Congresso ameaçam a democracia no país. Esse foi o resultado de uma pesquisa de opinião feita pelo Datafolha e divulgada pela Folha de S.Paulo nesta segunda-feira (29/6).

A pesquisa também apontou que, para 68% dos entrevistados, as manifestações de rua contra o Judiciário e o Legislativo também são vistas como um risco à estabilidade democrática.

Quando os pedidos de intervenção fechamento do STF e Congresso são feitos pelas redes sociais, 66% dos entrevistados afirmaram que eles constituem um risco, enquanto 31% disseram que não vêem problema (outros 3% não souberam responder).

A pesquisa foi feita por telefone, entre 23 e 24 de junho, e ouviu 2.016 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Na linha de frente da defesa democrática está o ministro Alexandre de Moraes, relator de dois inquéritos no STF, um apurando a propagação de notícias fraudulentas difamatórias, e outro investigando a promoção de atos antidemocráticos.

Revista Consultor Jurídico

 

Acesso Restrito

Rede NCST Sindical

ncst-rede